Música

Quarter Life Crisis – Baby Queen – Crítica

Compartilhe:

 Quarter Life Crisis: Baby Queen se fortalece e se torna mais identificável

O novo álbum de Baby Queen, Quarter Life Crisis, é uma coleção de músicas alegres e irônicas que exploram as alegrias e tristezas da vida na casa dos vinte anos. A cantora nascida na África do Sul, cujo nome verdadeiro é Bella Latham, é conhecida por seu som único, que combina indie pop com niilismo satírico. Em seu segundo álbum, ela continua a explorar esses temas, mas com uma nova profundidade e autoconfiança.

O álbum abre com a faixa-título, “Quarter Life Crisis”, que é uma reflexão sobre a ansiedade e a incerteza da idade adulta. A música é uma ode à geração Z, que está crescendo em um mundo cada vez mais complexo e incerto.

O álbum continua com um número de músicas sobre relacionamentos, incluindo “Dream Girl”, que é sobre um triângulo amoroso entre a narradora, sua melhor amiga e a garota dos sonhos dela. A música é uma mistura de alegria e tristeza, pois a narradora luta com suas emoções conflitantes.

Em “23”, a narradora reflete sobre uma noite de festa que terminou em desgosto. A música é uma mistura de adrenalina e melancolia, pois a narradora tenta processar o que aconteceu.

O álbum termina com uma nota mais positiva, com a música “uma carta para mim mesma aos 17”. A música é uma mensagem de esperança para a narradora mais jovem, que está lutando para encontrar seu lugar no mundo.

Quarter Life Crisis é um álbum maduro e reflexivo que mostra o crescimento de Baby Queen como artista. A cantora continua a explorar temas que são relevantes para a geração Z, mas ela faz isso com uma nova profundidade e autoconfiança. O álbum é uma leitura obrigatória para qualquer um que esteja procurando música que seja honesta, identificável e divertida.

Aqui estão alguns detalhes adicionais sobre o álbum:

  • O álbum foi produzido por Baby Queen, Dan Hume e Sam Swinson.
  • O álbum foi lançado em 24 de junho de 2023.
  • O álbum foi lançado pela Polydor Records.

O álbum recebeu críticas positivas da crítica, com elogios à voz de Baby Queen, às letras honestas e ao som único. O álbum foi um sucesso comercial, alcançando a posição número 1 na parada de álbuns do Reino Unido.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo