Perguntas Frequentes

Quem vende fiado pode cobrar juros?

Compartilhe:

No entanto, existe um limite de juros a ser cobrado. Segundo a ministra Nancy Andrighi, da 3ª Turma do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), nenhuma loja pode cobrar mais que 12% de juros ao ano, o que dá 1% de juros ao mês. Qualquer coisa além disso é considerado abusivo.

Sou obrigado a pagar juros de uma dívida?

Sou obrigado a pagar juros de uma dívida? Não pode haver cobrança abusiva na renegociação da dívida. É direito do consumidor pagar apenas pelo que lhe é devido. As empresas não podem cobrar valores abusivos alegando ser multa e juros, caso essa cobrança não esteja no contrato feito no momento da contratação ou compra.

Pode cobrar juros sem contrato?

Cabe cobrança de correção monetária e juros por mora mesmo sem previsão contratual. Atraso de pagamento dá direito à cobrança de correção monetária e juros, independente de estar previsto em contrato.

É proibido cobrar juros?

Em seu artigo 4ª, a norma prevê o crime de usura pecuniária ou real, e descreve a conduta delituosa como sendo o ato de cobrar juros, e outros tipos de taxas ou descontos, superiores aos limites legais, ou realizar contrato abusando da situação de necessidade da outra parte para obter lucro excessivo.

Pode cobrar juros de 10%?

O máximo que pode ser cobrado de juros por atraso é de 1% ao mês, conforme estabelece art. 161 do Código Tributário Nacional. Já a multa por atraso não pode ultrapassar 2% sobre o valor da prestação ou boleto, segundo o art. 52 do Código de Defesa do consumidor.

Quais valores podem ser cobradas de JUROS e MULTAS por atraso de pagamento?

Qual é a taxa de juros máxima permitida pela lei?

Em resumo, a Lei da Usura estabelece um limite máximo de 12% ao ano para a cobrança de juros em empréstimos e financiamentos entre particulares. Caso a taxa de juros cobrada seja superior a esse limite, é possível contestar judicialmente as condições do contrato e buscar a restituição do valor pago a mais.

Qual é o limite legal de cobrança de juros?

As instituições financeiras são regidas pela Lei 4.595/64, não lhes sendo aplicável, portanto, a limitação de juros de 12% (doze por cento) ao ano, prevista na Lei de Usura, conforme orientação do Supremo Tribunal Federal constante do verbete sumular de número 596.

Qual juro é considerado agiotagem?

O Código Tributário Nacional (CTN) define que os limites legais das taxas de juros para empréstimos entre pessoas físicas não devem ultrapassar 1% ao mês — no entendimento de parte dos juristas, qualquer valor acima disso pode ser considerado agiotagem.

Qual é a taxa de juros de um agiota?

Agiota é aquele que empresta dinheiro a juros exorbitantes. Uma pesquisa feita pela Folha em diversos desses escritórios revela que há agiotas cobrando até 46,3% ao mês, ou 9.492% ao ano. Na melhor das hipóteses o menor juro cobrado fica em 15,1%, ou 437,8% ao ano.

O que a lei diz sobre juros?

Art. 4º. E proibido contar juros dos juros: esta proibição não compreende a acumulação de juros vencidos aos saldos líquidos em conta corrente de ano a ano. Art. 5º. Admite-se que pela mora dos juros contratados estes sejam elevados de 1% e não mais.

Como posso cobrar juros do cliente?

A cobrança de juros deve ser feita de forma cortês, assertiva e transparente. Além disso, é muito importante, tentar entender o motivo de inadimplência do consumidor e enviar lembretes para evitar atrasos nos pagamentos.

Pode cobrar multa de 20 %?

Especificamente, em casos protegidos pelo Código do Consumidor, multas contratuais abusivas são aquelas acima de 10% do valor do contrato vigente. No entanto, em outros casos, as multas podem exceder este percentual, alcançado margens de 20%, por exemplo.

Pode cobrar juros abusivo?

O Código de Defesa do Consumidor (CDC) condena a cobrança de juros abusivos e, se houver a comprovação da prática na Justiça ou nos órgãos de defesa do consumidor, há a possibilidade de anulação do contrato.

Sou obrigada a pagar juros de loja?

Segundo a ministra Nancy Andrighi, da 3ª Turma do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), nenhuma loja pode cobrar mais que 12% de juros ao ano, o que dá 1% de juros ao mês. Qualquer coisa além disso é considerado abusivo.

O que as empresas de cobrança não podem fazer?

O que as empresas de cobrança não podem fazer?

  1. Ligações de cobrança de dívidas. …
  2. Constrangimento. …
  3. Ameaças. …
  4. Coação. …
  5. Cobrança abusiva. …
  6. Exposição ao ridículo. …
  7. Legislação sobre cobrança de dívidas.

O que o cobrador não pode fazer?

Expor o devedor a constrangimentos, falando alto e usando expressões pejorativas; Ameaçar fisicamente ou psicologicamente o devedor.

É proibido ser agiota?

Sobre a Lei

Em seu artigo 4º, a norma prevê o crime de usura pecuniária ou real, e descreve a conduta delituosa como sendo o ato de cobrar juros, e outros tipos de taxas ou descontos, superiores aos limites legais, ou realizar contrato abusando da situação de necessidade da outra parte para obter lucro excessivo.

Como provar que a pessoa é agiota?

Destarte, a alegação de agiotagem ou sua verossimilhança pode ser demonstrada por qualquer meio de prova, inclusive oral, em prestígio ao princípio da ampla defesa e da inexistência de hierarquia entre os meios de prova.”

O que caracteriza crime de agiotagem?

Agiotagem é crime porque os agiotas cobram taxas e juros abusivos sem informar o contratante, podem pegar bens como forma de pagamento e cobram parcelas atrasadas de forma hostil, incluindo ameaças e violência.

Quais os limites legais para agiotagem?

De acordo com o magistrado, os limites legais do empréstimo entre particulares são estabelecidos em 1% ao mês, na forma dos artigos 406 e 591 do Código Civil (CC) e 161, §1º, do Código Tributário Nacional (CTN).

O que diz o artigo 406 do Código Civil?

406. Quando os juros moratórios não forem convencionados, ou o forem sem taxa estipulada, ou quando provierem de determinação da lei, serão fixados segundo a taxa que estiver em vigor para a mora do pagamento de impostos devidos à Fazenda Nacional.

Quando é considerado taxa de juros abusiva?

Os juros abusivos são taxas de juros consideradas extorsivas, cobradas acima de um valor máximo previsto pelo Banco Central. Esse tipo de juros está comumente associado, por exemplo, a financiamentos de automóveis, casas e bens, onde as taxas de juros costumam ser camufladas pelas instituições financeiras.

Quais são os juros legais fixados pelo Código Civil?

Para as obrigações em geral, como se pôde comprovar, a taxa de juros legais é de 12% (doze por cento) ao ano, como decorre do art. 406 do Código Civil vigente, em conjugação com o art. 161, § 1º, do Código Tributário Nacional.

Qual o valor de danos morais por juros abusivos?

O artigo 42 do Código de Defesa do Consumidor estabelece que o consumidor cobrado em quantia indevida tem direito à repetição do indébito, em montante correspondente ao dobro do valor que pagou em excesso, com correção monetária e juros.

Como se defender de juros abusivos?

Cabe ao cliente a opção de abrir uma Ação Revisional de Juros para ajustar as taxas em conformidade com o estabelecido pelo Banco Central. Esse procedimento se dá junto à Justiça Comum ou ao Procon.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo