Tecnologia

Perigo: Apple alerta usuários sobre ataque de “Spyware Mercenrio” contra iPhones em 150 pases

Compartilhe:

 

Segundo o jornal indiano Economic Times, o alerta da Apple diz que iPhones de 91 países podem ser vítimas do spyware. A ameaça foi detectada após a empresa e usuários notarem que alguém tentou obter acesso não autorizado aos celulares.

Veja um trecho do alerta:

 

Você está sendo alvo de um ataque de spyware mercenário que está tentando comprometer remotamente o iPhone. Este ataque provavelmente está visando você especificamente por causa de quem você é ou o que você faz. Embora nunca seja possível alcançar certeza absoluta ao detectar tais ataques, a Apple tem alta confiança neste aviso – por favor, leve-o a sério

 

.

 

No momento, a Apple diz que já notificou usuários de mais de 150 países, mas não forneceu uma lista de quais foram afetados. A empresa afirma que ainda não pode fornecer informações sobre o grupo que está por trás do spyware mercenário, pois isto pode ajudar os invasores a adaptar seu comportamento para não serem detectados no futuro.

 

Usuários que enfrentam esses ataques são individualmente visados por causa de quem são ou do que fazem. Ao contrário dos cibercriminosos tradicionais, os atacantes patrocinados pelo Estado aplicam “recursos excepcionais para atingir um número muito pequeno de indivíduos específicos e seus dispositivos, o que torna esses ataques muito mais difíceis de detectar e prevenir.

 

Desta forma, o grupo responsável pelos ataques deve mirar em um grupo específico de pessoas, como o Pegasus, que visava apenas jornalistas. Dentre os dados coletados pelo Pegasus estão: localização via GPS, mensagens SMS, e-mails, capturas de tela, visualização de contatos e histórico do navegador, e até o que foi digitado no celular.

Como ainda não temos detalhes sobre os alvos do novo spyware, o ideal é ficar atento sobre qualquer comportamento inesperado do seu iPhone e adotar medidas de segurança, evitando clicar em links de remetentes desconhecidos e usar aplicativos de fontes desconhecidas. Caso suspeite de algo, entre em contato com a Apple imediatamente.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo