Esporte

Mauro Cezar cogita dois clubes ‘ameaçados’ no Brasileirão Série A

Compartilhe:

Lidando com respectivas frustrações no Carioca e Paulista, Vasco e Corinthians buscam uma volta por cima na sequência do ano. Sem descartar a possibilidade de boas campanhas, Mauro Cezar Pereira avisou que, caso nenhuma melhora seja vista, ambos os clubes podem iniciar o Brasileirão lutando contra a zona de rebaixamento.

“Essas equipes podem se organizar, jogar um futebol melhor e melhorar a situação no campeonato. Mas, se tomar por base o estadual e o que apresentaram até agora, Corinthians e Vasco podem começar o campeonato muito mal. Se começarem jogando a bolinha que jogaram… o Vasco quase foi eliminado pelo Água Santa na Copa do Brasil em uma partida ridícula em São Januário.”, disse Mauro Cezar, em live do UOL Esporte.

Na sequência, Mauro Cezar ressaltou que Vasco e Corinthians não possuem investimentos modestos. Enquanto o Timão promoveu uma reformulação no elenco, a equipe carioca conta com o aporte financeiro astronômico da 777 Partners.

“O Corinthians teve a estreia na Sul-Americana contra o Racing, do Uruguai. Que horror! Se esses dois mantiverem esse nível de atuações, começam o campeonato brigando nas últimas posições.”

“O Corinthians, mesmo com dívidas, tem investimentos. O Igor Coronado vai custar R$ 2 milhões por mês. US$ 5 milhões no Garro, mesmo valor do Pedro Raul. 4 milhões (de euros) no Matheuzinho. A SAF do Vasco tem muito investimento, tem até o Payet. Mas o Vasco se arrastou na temporada.”, prosseguiu.

Mauro Cezar analisa situações de Palmeiras e Atlético-MG

Tricampeão paulista, o Palmeiras busca repetir o feito no Brasileirão. Ainda que o time alviverde seja um forte candidato ao título, Mauro Cezar lembrou que a ausência de Endrick será um problema no decorrer do campeonato. Enquanto isso, no Atlético-MG, o jornalista adotou cautela ao avaliar o início de Diego Milito.

“O Palmeiras tem a questão que é o Endrick, que vai embora. Como o Palmeiras vai se virar sem ele? Quando virou titular, o Palmeiras foi campeão brasileiro e tricampeão paulista. Ele já virou um protagonista. O Palmeiras terá que encontrar soluções.”

“O Atlético-MG, com o Milito, teve um belo cartão de visitas com a maneira arrojada de como virou sobre o Cruzeiro. É um técnico diferente do padrão, mas não sei se o pessoal vai ter maturidade de conviver com essa mentalidade de, por exemplo, proibir celular no vestiário.”, sinalizou.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo