Justiça rejeita denúncia de importunação sexual contra Cara de Saparo e MC Guimê

Compartilhe:

MC Guimê, Dania Mendez, Cara de Sapato (Reprodução/Divulgação)

De acordo com o jornalista Lucas Pasin, do Splash, a denúncia rejeitada de importunação sexual contra Cara de Sapato e MC Guimê foi rejeitada pela justiça.

Os dois foram acusados de ter cometido o ato contra Dania Mendez, durante o confinamento do BBB 23 (Globo). Segundo a decisão do juiz, já havia sido oferecido aos advogados de Guimê e Cara de Sapato um ANPP (Acordo de Não Persecução Penal) após a mexicana declarar que não gostaria que eles fossem processados.

A defesa de Cara de Sapato não aceitou o acordo e pediu a rejeição da denúncia. Os advogados do lutador de MMA, Ricardo Sidi e Bruno Viana, falaram sobre a decisão:

“Antônio é uma pessoa incrível, é extremamente cuidadoso com as pessoas, vinha sofrendo muito com essa acusação injusta. A decisão é corretíssima e fez justiça a ele”, disse Ricardo Sidi. “A decisão é correta e totalmente de acordo com a jurisprudência dos tribunais superiores. Antônio não praticou nenhum ato capaz de atender aos requisitos do crime de importunação sexual”, completou Bruno Viana.

MC Guimê foi procurado pelo colunista e não se manifestou até o momento.

Compartilhe:

Deixe um comentário



© 2024 Intrometendo | Web Stories | Privacidade | Google News | APP (Android)) |