Esporte

Grêmio vive pesadelo e tem pior início de sua história na Libertadores

Compartilhe:

Com a derrota para o Huachipato, em Porto Alegre, o Grêmio confirmou seu pior início na história da Libertadores, com zero pontos em seis possíveis

Na última terça-feira, 9, o Grêmio recebeu o Huachipato, em partida válida pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores. Após sofrer uma derrota na altitude para o The Strongest, na Bolívia, o Imortal esperava pontuar em casa. No entanto, mesmo com o apoio da torcida na Arena, a equipe de Renato Portaluppi perdeu novamente pelo placar de 2 a 0.

Com as duas derrotas consecutivas e zero pontos conquistados em seis possíveis, o Grêmio atingiu a marca de seu pior início na história da Libertadores. Anteriormente, o Imortal tinha duas campanhas com um ponto nos dois primeiros jogos, em 1995, ano do bicampeonato continental, e 2019, quando foi eliminado na semifinal.

Mesmo com a situação complicada e duas atuações muito negativas, o Grêmio segue com chances de classificação. Mais do que isso, com 12 pontos em disputa, o clube gaúcho pode passar para as oitavas de final na liderança de seu grupo. Huachipato e Estudiantes são os líderes momentâneos, com quatro pontos cada.


Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo