Esporte

Fluminense bate Colo-Colo e garante primeira vitória na Libertadores

Compartilhe:

 

O Fluminense venceu o Colo-Colo por 2 a 1 nesta terça-feira (9) pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. No Maracanã, Marquinhos e Germán Cano marcaram para o Fluminense, enquanto Paiva descontou para o Colo-Colo.

Essa foi a primeira vitória do Tricolor nessa edição da Libertadores, já que na primeira rodada empatou com o Alianza Lima. Com esse resultado, o Fluminense chegou a quatro pontos, ultrapassou o próprio Colo-Colo, e assumiu a liderança do Grupo A. O outro jogo do grupo entre Cerro Porteño e Alianza Lima acontece na quinta-feira (10), às 19h (horário de Brasília).

Estrela de Marquinhos

Depois do primeiro gol com a camisa do Fluminense, Marquinhos mostrou que tem estrela. Com menos de cinco minutos, o camisa 77 acertou um lindo chute da entrada da área e colocou o Tricolor em vantagem.

Foi o segundo gol do atacante na Copa Libertadores, em dois jogos. Dos reforços contratados na temporada, ele é o único a marcar. Agora, em dose dupla. Assim, Keno terá dificuldades para recuperar a vaga.

Filme repetido

O roteiro parece sempre igual. O Fluminense de 2024 parece estar cada vez mais frágil defensivamente. Mesmo sem o Colo-Colo pressionar, chegou ao gol. E sem esforço.

Na única boa descida, a equipe chilena conseguiu um escanteio. A cobrança foi perfeita na cabeça de Paiva, que igualou o marcador no Maracanã, com apenas 18 minutos de partida.

Rei da América voltou

O artilheiro da Libertadores voltou. No primeiro jogo pelo Fluminense, e na primeira chance real de gol, o Rei da América de 2023 deixou sua marca. Em grande jogada de um inspirado Marquinhos, Cano subiu mais que a defesa e testou firme para o gol.

O camisa 14 tirou o Fluminense do sufoco logo nos primeiros minutos do segundo tempo para dar mais tranquilidade ao Tricolor.

VAR salva o Fluminense

Mesmo com a vantagem no marcador, o Fluminense não conseguiu segurar o jogo e começou a ser pressionado pelo Colo-Colo. Em uma bobeada, viu o time chileno empatar.

Vidal roubou bola de Martinelli e lançou Zavala, que finalizou. A bola bateu no braço de Paiva e voltou para o mesmo Zavala igualar a partida. Porém, o árbitro de vídeo entrou em ação e o gol foi anulado pelo toque de mão.

No final, Wienberg puxou Samuel Xavier e recebeu o segundo cartão amarelo, deixando o Colo-Colo com um a menos em campo e dando tranquilidade ao Fluminense para administrar a importante vitória.

Próximos jogos

O Fluminense faz sua estreia na Série A do Campeonato Braisleiro, neste sábado (13), no Maracanã, às 21h (de Brasília), contra o Red Bull Bragantino. Na Libertadores, joga no dia 25, diante do Cerro Portenho, no Paraguai.

O Colo-Colo terá pela frente o Cobreloa, no dia 15, pelo Campeonato Chileno, e a campo na Copa Libertadores no dia 23, em Santiago, contra o Alianza Lima-PER.

Fluminense 2×1 Colo-Colo-CHI

Fluminense

Fábio; Samuel Xavier, Felipe Melo (Lelê, depois Antônio Carlos), Martinelli e Marcelo; André, Lima (Kauã Elias) e Paulo Henrique Ganso (Felipe Andrade); Marquinhos, Arias e Cano (Terans). Técnico: Fernando Diniz.

Colo-Colo-CHI

Cortés; Saldivia, Falcon (Amor), Wienberg e Opazo; Pavez, Arturo Vidal e Leonardo Gil; Paiva (Gutiérrez), Bolados (Zavala) e Palacios (Pizarro). Técnico: Jorge Almirón.

Gols: Marquinhos (aos 4min do 1ºT) e Cano (aos 6min do 2ºT) para o Fluminense;
Paiva (aos 18min do 1ºT) para o Colo-Colo
Cartão amarelo: Felipe Melo (FLU); Vidal, Wienberg, Paiva (COL)
Cartão vermelho: Wienberg, aos 37 minutos do segundo tempo, do Colo-Colo
Motivo: Jogo da 2ª rodada do Grupo A da Copa Libertadores
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Renda e Público: R$ 2.202.621,02/44.477 presentes
Data e hora: 9 de abril de 2024, às 21h (de Brasília)
Árbitro: Jesús Valenzuela (VEN)
Assistentes: Antoni Garcia (VEN) e Tulio Moreno (VEN)
Arbitro de vídeo: Juan Soto (VEN)

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo