Entretenimento

Filme da Disney fracassou nos cinemas, mas é hit no streaming

Compartilhe:

O filme Wish: O Poder dos Desejos, de 2023, lançado pela Disney em comemoração ao seu centenário, gerou opiniões divergentes devido à sua narrativa, que, embora recheada de referências aos clássicos do estúdio, deixou a desejar em termos de envolvimento. Porém, ao chegar no streaming, virou hit!

Apesar das críticas iniciais, o longa teve uma nova oportunidade ao ser disponibilizado na plataforma de streaming Disney+.

Nos primeiros cinco dias, atraiu uma audiência expressiva de 13,2 milhões de espectadores, conquistando o posto de terceira estreia mais assistida do Walt Disney Animation Studios na plataforma, ficando apenas atrás de sucessos como Encanto e Frozen 2.

Embora a recepção crítica tenha sido mista, com uma avaliação de 48% no Rotten Tomatoes, a pontuação de audiência mais alta, alcançando 81%, indica que Wish conseguiu conquistar uma base de fãs entre os espectadores.

A trajetória de Wish, desde sua estreia nos cinemas até sua popularidade na Disney+, destaca a crescente importância do streaming como uma alternativa viável para filmes que não obtiveram sucesso nas bilheterias.

A inclusão de elementos nostálgicos e homenagens aos icônicos filmes da Disney, sem dúvida, contribuiu para ampliar sua base de público e aumentar sua aceitação na tela pequena.

Em resumo, Wish mostra como uma série de fatores pode influenciar o destino de um filme, como o momento de lançamento, a recepção da crítica e a disponibilidade em diferentes plataformas de distribuição.

Sua jornada, desde as salas de cinema até a Disney+, destaca o papel cada vez mais relevante do streaming no cenário cinematográfico contemporâneo, oferecendo uma nova chance a produções que, inicialmente, não alcançaram o sucesso esperado.

Veja agora cinco exemplos de filmes que não brilharam nas bilheterias, mas foram sucesso no Disney+.

Red: Crescer é uma Fera (2022)

Lançado no Disney+ com elogios da crítica, explora maturidade e identidade. Orçamento alto, bilheteria modesta de US$ 20,7 milhões.

Mulan (2020)

Mulan (2020)

Lançamento misto, enfrentou polêmicas. Desempenho sólido no Disney+ com acesso Premier. Orçamento de US$ 200 mi, bilheteria de US$ 69,9 mi.

Mundo Estranho (2022)

Mundo Estranho (2022)

Fracasso nos cinemas, mas sucesso no Disney+ com famílias e fãs de animação. Orçamento de US$ 180 mi, bilheteria de US$ 73,6 mi.

Lightyear (2022)

Lightyear (2022)

Lucrativo, embora abaixo das expectativas. Ganhou público no Disney+, especialmente entre famílias. Orçamento de US$ 200 mi, bilheteria de US$ 226,4 mi.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo