Esporte

Edmundo elege “verdadeiro time do povo” do futebol brasileiro

Compartilhe:

Após a “Resposta Histórica” atingir 100 anos, Edmundo exaltou o legado do Vasco. Pioneiro na luta contra o racismo no futebol, o time de São Januário, em 1924, redigiu uma carta em que manifestou abrir mão de participar da nova liga da época no Rio de Janeiro, algo que excluiria jogadores negros do elenco.

Neste contexto, Edmundo foi convicto ao cravar o status do Vasco de verdadeiro “time do povo” no Brasil. Como o preconceito segue ativo na sociedade, o clube deixou claro que segue “combatendo de frente todas as mazelas sociais buscando incessantemente respeito, igualdade e inclusão”.

“É um assunto muito atual, um assunto de inclusão que foi iniciado há 100 anos. A equipe de marketing do Vasco fez uma ação de marketing muito bonita vestindo o Cristo Redentor com a camisa negra.”, disse Edmundo, em live no YouTube.

“O Vasco é o verdadeiro time do povo. É o primeiro time de futebol que permitiu que os negros jogassem. Foi recriminado por isso, mas insistiu. É uma história lindíssima.”, acrescentou.

Edmundo lamenta atual momento do Vasco

Orgulhoso de fazer parte da história do Vasco, Edmundo é um crítico ferrenho da 777 Partners. Acreditando que a SAF não está fazendo jus ao tamanho do Cruzmaltino, o ex-jogador sinalizou que, sem títulos, os intrometendo se encontram comemorando outras ocasiões, algo que fez a atual realidade ser descrita como “horrível”.

“O torcedor fez uma festa pela permanência na primeira divisão, a renovação do Ramón Díaz e a chegada do Alexandre Mattos. O torcedor do Vasco está tão machucado, que qualquer coisa vira motivo de festa. Esconderam o que viria na sequência: a venda do Marlon Gomes, do Gabriel Pec, e a vinda de ninguém.”

“Estamos há quatro meses com expectativas que nunca acontecem. A realidade é horrível. Agora, vem notícias que o jogador prefere ir para o time A, B, C ou D, e pretere o Vasco.”, sinalizou.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo