Esporte

Arsenal e Bayern de Munique empatam nas quartas da Champions League

Compartilhe:

Nesta terça-feira, 9, Arsenal e Bayern de Munique se enfrentaram pelas quartas de final da Champions League, no Emirates Stadium, e ficaram no empate

Nesta terça-feira, 9, oArsenal recebeu o Bayern de Munique, em partida válida pelas quartas de final da Champions League. Em jogo movimentado, os bávaros construiram um bom resultado no primeiro tempo, mas os Gunners deixaram tudo igual na segunda etapa. 

O confronto começou muito frenético, com uma pressão avassaladora do Arsenal, que produziu oportunidades nos primeiros minutos. Aos 12’, Saka recebeu na ponta direita e se embolou com a marcação, mas a bola sobrou em Ben White que serviu o camisa 7 novamente. Com finalização aberta, o inglês mandou no canto inferior, sem chances para Neuer.

Apesar da grande produção dos Gunners, a vantagem durou pouco, pois Gnabry deixou tudo igual, aos 17’, aproveitando erro da defesa do Arsenal. Depois, aos 29 minutos, Sané fez bela jogada, foi derrubado por Saliba na grande área e o pênalti foi assinalado. Na cobrança, Harry Kane, ex-Tottenham, assumiu a responsabilidade e deslocou Raya para colocar o Bayern na frente. Intervalo! 2 a 1.

No segundo tempo, mesmo precisando do resultado, o Arsenal não pressionou da mesma forma que fez nos primeiros minutos. Em contrapartida, com um placar parcial muito favorável, o Bayern de Munique segurou o jogo, mas buscando aproveitar suas oportunidades, com postura parecida com a dos Gunners.

Harry Kane marcou seu 15º gol contra o Arsenal na carreira (Crédito: Getty Images)

Aos 30′, Gabriel Jesus, que entrou na partida no segundo tempo, fez linda jogada, driblou dois marcadores e serviu Trossard, que chegou batendo para colocar a equipe inglesa em igualdade no placar. As duas equipes ainda tiveram chances na reta final, mas o empate prevaleceu. Fim de jogo! 2 a 2. 


Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo