Esporte

Após susto, Bucks não detecta lesão grave em Giannis Antetokounmpo

Compartilhe:

Giannis Antetokounmpo está fora do resto da temporada regular, mas escapou de uma lesão ainda mais grave pelo Milwaukee Bucks. A partida contra o Boston Celtics, na terça-feira (9), foi marcada, além da vitória da equipe, pelo susto com o grego. A contusão ainda tem um ar de mistério, sobretudo na questão do tempo para retorno, mas não foi o pior que poderia acontecer.

Ainda no começo do terceiro quarto, o astro caiu sozinho quando começou a correr para o ataque após uma posse defensiva. Na hora, Giannis levou a mão para a panturrilha esquerda. O ala-pivô lidou com dores na região durante a atual campanha e o temor era de que uma lesão no tendão de Aquiles, que para muitos, é a pior do basquete, pudesse ter acontecido. Isso teria comprometido até os playoffs.

No entanto, de acordo com Adrian Wojnarowski, da ESPN, o tendão de Aquiles do atleta está “intacto”. Mas, ainda assim, o estiramento ocorreu em uma parte rara: o sóleo, que é um músculo na panturrilha.

Ainda não há uma ideia de quando ele vai retornar aos jogos. A franquia divulgou uma nota dizendo que a volta de Antetokounmpo vai depender do tratamento e recuperação. Milwaukee terá uma folga de programação de quase uma semana, já que se classificou para os playoffs de forma direta, sem a necessidade do play-in, que será disputado a partir da próxima semana.

Os playoffs da NBA em 2024 terão início no sábado (20). Entretanto, não existe ainda um calendário sobre quem estará em quadra já no primeiro dia ou abrirá sua campanha no domingo.

Leia mais sobre o Bucks!

Antetokounmpo, portanto, não está nem confirmado nem descartado para os playoffs. E a preocupação era evidente ontem após o jogo, seja nos atletas ou no técnico Doc Rivers.

O veterano treinador afirmou que a preocupação com o camisa 34 era alta e que a franquia agora precisava torcer pelo melhor.

“É sempre assustador quando algo assim acontece. É o nosso melhor jogador, se machucando em um lance sem contato. Não é fácil. É o que todos nós sentimos agora, uma grande preocupação. Mas ele é Giannis. Ele tem uma resistência enorme. Vamos torcer pelo melhor”, afirmou.

Do mesmo modo, quem também falou sobre o tema foi Damian Lillard. O armador, aliás, é um dos poucos jogadores da NBA atual que teve a mesma lesão do companheiro. Ele explicou como foi no seu caso, que ocorreu em 2022/23 quando jogava pelo Portland Trail Blazers.

“Cara, isso dói muito. Então, não é à toa que ele teve aquela reação instantânea de cair. Não é fácil derrubar um cara como ele. Eu lembro que quando aconteceu comigo, era doloroso demais. O músculo não aguenta te sustentar, sabe? Você anda e tudo fica doído. É uma sensação estranha”, explicou.

Na ocasião, o astro perdeu sete jogos da temporada regular. Ele perdeu cerca de 13 dias totais de partidas. A média para esses casos na liga é de 17 dias ausente. No entanto, daqui até o início dos playoffs, temos mais sete. Ou seja, uma corrida contra o tempo para o retorno do astro de Milwaukee.

Assine o canal intrometendo no Youtube

Todas as informações da NBA estão no canal intrometendo. Análises, estatísticas e dicas. Inscreva-se, mas dê o seu like e ative as notificações para não perder nada do nosso conteúdo.

E quer saber tudo o que acontece na melhor liga de basquete do mundo? Portanto, ative as notificações no canto direito de sua tela e não perca nada.

Então, siga o intrometendo em suas redes sociais e discuta com a gente o que de melhor acontece na NBA

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo