Após protestos por empate, Coudet defende seu time: “Quando não ganhamos…”

Compartilhe:

Após protestos da torcida por novo empate na Sul-Americana, o técnico do Internacional, Eduardo Coudet, defendeu atuação e falou sobre seu futuro

Após empate contra o Real Tomayapo, pela segunda rodada da Sul-Americana, o técnico do Internacional concedeu entrevista coletiva para a imprensa. Buscando explicar o resultado considerado negativo pela torcida, Eduardo Coudet negou que seu time tenha sido uma “bagunça tática” e afirmou se sentir respaldado pelos jogadores.

Não concordo com bagunça tática. Falamos de tática então. Tudo tem conceito. Quando ganhamos é de maneira natural. Quando não ganhamos, taticamente é cagada, é o sistema. Como bagunça tática? Como vamos entrar? Pelo meio não podia entrar. Finalizamos com cruzamento por baixo, tivemos 12 escanteios. Onde está a bagunça tática? Alguém explica a tática quando ganhamos? O que fazemos? Há um trabalho tático. Seria bagunça se ganhássemos por três?”, afirmou Chacho Coudet.

Após isso, o comandante também falou sobre a possibilidade de acabar sendo demitido de seu atual cargo, mas garantiu não estar preocupado com o tema. Segundo ele, o sentimento é de respaldo dos jogadores, apesar dos protestos da torcida desde a eliminação na semifinal do Campeonato Gaúcho, há duas semanas.

Sinto apoio dos jogadores. O protesto da torcida é compreensível. Queremos ganhar. No segundo tempo, um torcedor estava me insultando. Perguntei: “Por que tanto? ” Ele disse que não estava gostando do time. Falei “está bem”. Tenho que reconhecer. Tenho que trabalhar e fazer com que o time retome a dinâmica futebolística e o nível individual. O próximo jogo vamos jogar com maior pressão. Estamos num time grande. O protesto está bem. Temos que trabalhar“, completou.

Internacional ficou apenas no empate pela Sul-Americana – Flickr Internacional / Ricardo Duarte

Com a igualdade, o Internacional soma seu segundo ponto na Sul-Americana e agora espera o confronto entre Delfín e Belgrano para saber o tamanho do prejuízo dos tropeços sofridos. Apesar disso, a equipe agora foca na estreia do Campeonato Brasileiro, onde jogará contra o Bahia, neste sábado, 13, às 18h30 (horário de Brasília).


Compartilhe:

Deixe um comentário



© 2024 Intrometendo | Web Stories | Privacidade | Google News | APP (Android)) |