Música

Paint My Bedroom Black – Holly Humberstone – Crítica

Compartilhe:

 A cantora e compositora pop inglesa Holly Humberstone lança seu álbum de estreia, “Paint My Bedroom Black”, uma história de maioridade vívida e emocionalmente crua.

O álbum explora temas de amor, perda e autodescoberta, com Humberstone cantando com honestidade e vulnerabilidade.

O álbum abre com a faixa-título, que é uma celebração de um novo começo. Humberstone canta sobre deixar um relacionamento tóxico e finalmente ser livre para viver sua vida. Na segunda faixa, “Into Your Room”, Humberstone expressa culpa por não estar totalmente presente em seu novo relacionamento. Ela canta sobre como ela quer ser melhor para seu parceiro e como ela está disposta a fazer o que for preciso para consertar as coisas.

A música “Cocoon” é uma exploração dos lados mais sombrios da mente de Humberstone. Ela canta sobre se sentir paralisada e como ela se sente como uma versão taxidermia de si mesma. A música também é uma carta de amor para seu parceiro, que ela diz ser a única coisa que a mantém no chão.

A faixa de destaque do álbum, “Kissing in Swimming Pools”, é uma declaração de amor. Humberstone canta sobre como ela quer estar com seu parceiro e como ela está disposta a fazer qualquer coisa para ficar com ele.

A música “Ghost Me” é uma reflexão sobre a importância dos relacionamentos. Humberstone canta sobre como ela não quer perder as pessoas que ama e como ela está disposta a lutar por eles.

“Paint My Bedroom Black” é um álbum poderoso e comovente. Humberstone é uma artista talentosa com uma voz única. Seu álbum é uma história de amor, perda e autodescoberta que ressoará com muitos ouvintes.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo