Música

No Thank You – Little Simz – Crítica

Compartilhe:

 ‘NO, THANK YOU’ chega como uma coda agradável para este patch roxo em particular. Anunciado apenas uma semana antes de seu lançamento com o mínimo de alarde, as histórias que ela detalha ao longo de suas 10 faixas procuram demonstrar que, em meio à aclamação da crítica, também houve momentos de angústia, frustração e traição. 

Algumas delas já se tornaram públicas: devido ao custo crescente da turnê, Simz foi forçada a cancelar uma série de datas nos Estados Unidos no início deste ano (uma história comum para artistas independentes como ela), enquanto havia relatos em outubro de uma separação com seu gerente de longa data, uma situação que ambas as partes ainda não comentaram.

 

O pensativo Broken destaca como alguém pode sobreviver às pressões de estar na indústria como um artista negro. Tanto o amor pelos outros quanto o amor próprio emergem como uma pomada, onde em Silhouette, a frase ‘Sua insegurança não vai me derrubar’ se une ao refrão reconfortante e comovente de ‘O tempo vai te curar’. Uma combinação que confronta lidar com pessimistas e apoiar aqueles próximos a você.

O lançamento silencioso e discreto de ‘NO THANK YOU’ fornece paralelos com o lançamento ‘Untitled Unmastered’ de Kendrick Lamar de 2016, uma série de sobras de suas sessões ‘To Pimp A Butterfly’. Isso também tinha certa frouxidão e liberdade nas pistas e, assim como Lamar, um Simz lúcido tem algo a dizer com urgência. O caso de Simz ser reconhecido como um verdadeiro grande moderno só foi reforçado com este lançamento.

Reconhecer seu valor próprio é a visão que emerge de cada faixa e Little Simz o faz. ‘Quando vocês, homens, tiverem suas filhas, verão o quanto sou importante’, ela observa em Sideways. Little Simz é um interrogador, um motivador e acima de tudo uma força imparável e diz ‘Não, obrigado’ para alimentar os ladrões corporativos em uma indústria onde ‘a honestidade não é normalizada’.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo