The Valkyrie’s Daughter – Tiana Warner – Resenha

Compartilhe:

Sigrid é uma mão estável. Mas ela é uma mão estável para as guerreiras Valquírias que praticam exercícios diariamente em seus belos cavalos voadores. A coisa sobre Sigrid, porém, é que ela realmente tem um coração de Valquíria e ela sabe que seria feroz se tivesse uma chance. A Princesa Helheim conta-nos a história de Sigrid, uma oprhan em Vanaheim. Sigrid sempre quis se juntar às Valquírias, mas desde que ela se uniu a um cavalo normal em vez de um alado quando ela nasceu, ela foi deixada à margem de ser uma mão estável. Na maioria das vezes, Sigrid não se importa, ela ama os cavalos e cuida deles. Mas ela quer mais. Ela e Hestur (seu cavalo) estão treinando em segredo e ela sabe que se tiver a chance, ela pode provar que seria uma Valquíria digna.

Desde que Sigrid consegue se lembrar, ela queria se tornar uma valquíria poderosa e destemida. Mas sem uma égua alada, ela é uma mera mão estável, que fica imaginando quem eram seus pais e por que ela é tão diferente. Então, quando o Olho mostra a ela uma visão em que ela está liderando uma carga de valquírias no lendário cavalo de oito patas Sleipnir, ela agarra a possibilidade desse destino maior com as duas mãos, recusando-se a soltar.

Pena que a única pessoa que pode ajudá-la a chegar lá é Mariam, uma valquíria inimiga que a contragosto concorda em levá-la a Helheim, mas que certamente não é confiável – mesmo que ela deixe Sigrid mais do que um pouco nervosa. Enquanto eles cruzam os nove mundos, lutando contra elfos noturnos, montando serpentes marinhas e se lançando no fogo para descobrir a verdade sobre o direito de primogenitura de Sigrid, um vínculo inesperado, mas poderoso, se forma. À medida que seus sentimentos por Mariam se aprofundam em algo ardente e inegável, o destino tem outros planos para Sigrid. O que acontece quando a única coisa que você acha que deveria fazer pode acabar com os nove mundos?

Durante um ataque a Vanahalla, Sigrid descobre o que o exército adversário quer e vai impedi-los de roubar uma relíquia antiga. Sigrid acaba segurando o Olho e tem uma visão de si mesma montando Sleipnir, o cavalo de oito patas de Odin. A visão dá a Sigrid a esperança de que ela possa se juntar às Valquírias. Sigrid leva a Valquíria capturada, Mariam, e juntos a dois partem para encontrar Helheim e Sleipnir para que Sigrid possa descobrir seu destino. Gostei muito da Sigrid como personagem. Ela foi tão feroz desde o início, mas vê-la passar de alguém super impulsivo/confiante para se tornar uma líder e aprender a fazer parte da equipe foi incrível. Eu adorava ver como, embora essa sociedade nórdica tivesse papéis de gênero, ninguém dizia não por causa de seu gênero. O mundo também era muito normativo para casais MLM e WLW, bem como para pessoas trans binárias.

Sigrid provavelmente é lésbica, mas hesito em rotulá-la dessa maneira. Ela discute que, embora nunca tenha tido sentimentos pelas pessoas, ela definitivamente achou as mulheres atraentes. Então eu sinto que ela definitivamente poderia ser lésbica, mas nada está confirmado. Adorei a ação e a exploração da sociedade/mitologia nórdica deste livro. Adorei ver o que são as Valquírias, e estou super curiosa sobre o que elas farão a seguir. Gostei muito do desenvolvimento do relacionamento de Sigrid e Mariam ao longo do livro. No começo eu não senti muita química entre os dois, mas foi uma grande queima lenta com muitas vibrações de “será que eles vão/não vão”. Uma coisa que eu realmente apreciei é que enquanto eles admitem que se sentem atraídos um pelo outro, eles não pulam para “Estou apaixonado por você”.

Quando Vanaheim é atacado, Sigrid parte em seu cavalo confiável (e realmente incrível). Ela quase salva o Olho, uma ferramenta para profecia, mas no processo ela tem uma visão e quando ela ataca, ela infelizmente mata o cavalo de um cavaleiro e é tomada pela dor. O Olho foi roubado. No entanto, isso não impede Sigrid de perseguir seu futuro que ela vislumbrou brevemente em sua visão.

Compartilhe:

Deixe um comentário



© 2024 Intrometendo | Web Stories | Privacidade | Google News | APP (Android)) |