O Deus que destrói sonhos – Rodrigo Bibo – Resenha

Compartilhe:

“As nossas orações precisam ter intimidade suficiente para chamar Deus de Pai, mas submissão consciente para pedir que a vontade dele seja feita” – Rodrigo Bibo em O Deus que Destrói Sonhos

O Deus cristão não pode ser domesticado. Uma tentação constante que cerca a vida cristã é a inversão do chamado: a presunção de que Deus precisa abençoar o meu caminho e me seguir em meus planos e sonhos. Essa postura é enganosa e faz parecer que Deus só é fiel quando me abençoa. Mas e se Deus derrubar o meu sorvete, ele deixa de ser fiel? Claro que não. Às vezes, ele só quer chamar a minha atenção para o caminho certo. Eu já testemunhei gente adulta se comportando como criança por não ter a vida que pediu a Deus. Pediu errado! Neste livro, apresento o caminho do discipulado, o caminho para “sonhar” o que Deus já planejou.

Ontem finalizamos a leitura de “O Deus que destrói sonhos” e, uma das coisas que mais nos chamou a atenção, é sobre como a frustração pode ser um sinal de cuidado de Deus.

Quem nunca chegou no final do ano com aquele sentimento de frustração? As metas que não foram alcançadas, os planos adiados e os sonhos… bem, os sonhos frustrados, abandonados, destruídos.

Nossa vontade de planejar e ter controle sobre todas as coisas é tão humana que às vezes nem percebemos que na verdade, estamos desapontados com a vontade de Deus.

Como filhos às vezes um tanto quanto mimados, tardamos admitir que a vontade de Deus além de soberana, é boa, perfeita e agradável em qualquer circunstância, até na mais dolorosa das frustrações.

Deus destrói sonhos porque os planos dele são infinitamente melhores (e isso não tem nada a ver com bens materiais). Deus destrói sonhos porque quer nos ensinar sobre confiança e permanência no amor que Ele tem por nós. Deus destrói sonhos principalmente porque a vontade dele para nós é que nossa vida seja uma evidência da bondade, do serviço e do amor ao próximo e nossos sonhos devem se encaixar nisso.

Uma verdade chocante: Deus destrói sonhos que não são tão bons assim. Deus destrói sonhos que podem virar pesadelos. E que bom que Deus cuida de nós.

Sabemos que esse ano foi difícil pra muita gente, e você pode estar frustrado e até mesmo desanimado, mas lembre-se: Deus está cuidando de você como um Pai sábio que não mima seus filhos, mas é misericordioso, benevolente e supre todas as suas necessidades.

Não estou dizendo que não podemos fazer listas e traçar objetivos, mas antes disso, pergunte-se de que forma esses sonhos podem servir a Deus. Será mesmo que oramos por sonhos que estão de acordo com a vontade de nosso Pai?

Que no próximo ano, nossos desejos estejam alinhados com a vontade de nosso Pai e que nosso coração esteja aberto ao desconforto de ter a própria expectativa frustrada. Isso é viver pela fé.

Compartilhe:

Deixe um comentário



© 2024 Intrometendo | Web Stories | Privacidade | Google News | APP (Android)) |