Especialista em pessoas: Soluções bíblicas e inteligentes para lidar com todo tipo de gente – Resenha

Compartilhe:

No mundo ideal as pessoas amam umas às outras, ninguém julga para não ser julgado. A família, nesse lugar, é a que mais preserva os familiares, e aqueles que nos ofendem e perseguem são perdoados sem demora ou ressentimentos. Contudo, no mundo real, as coisas não funcionam assim ainda. Enquanto vivemos esta batalha“ideal” versus “real”, precisamos aprender a sobreviver no mundo tal como ele se apresenta diante de nós. É nesse mundo que vivemos agora.

Neste mundo real, a inveja é forte, os haters e críticos são profissionais e a fofoca flui em velocidade de internet banda larga. Neste mundo, temos mais desgastes emocionais com pessoas do que alegria com elas. Isso faz sentido pra você?

Nossos olhos podem mirar o mundo ideal, ter como meta viver como se ali estivesse; porém é preciso que nossa mente e nosso coração estejam vacinados contra as epidemias emocionais do mundo real que tentam nos infectar. É importante que você entenda que este livro foi escrito para este tempo, a vida que temos no mundo real.

O silêncio revela quem são as pessoas. Ideias como essa, do pastor Tiago Brunet, endossam a obra Especialista em pessoas: Soluções bíblicas e inteligentes para lidar com todo tipo de gente, lançada no mês passado.

Conhecido nas redes sociais por pregar a palavra de Deus de forma fácil para as pessoas entenderem, Brunet, ao longo de sua recente obra, faz um paralelo entre os mundos ideal e real. Para o autor, no mundo ideal, as pessoas amam umas às outras e não julgam, todavia, no mundo real, as inimizades são corriqueiras, os familiares podem trair e as pessoas podem abandonar umas às outras. Sendo assim, investir no conhecimento das relações humanas é crucial para construir amizades duradouras.

O livro compreende 8 capítulos: as três esferas da amizade, teoria dos incontornáveis, lidando com os contornáveis, teoria 2 em 1, ladrões da alegria, a trilha da vida, espelhos da vida e laboratório milenar, além de conselhos finais e agradecimentos.

Um dos méritos do livro reside na intenção do autor em empregar categorias para os diferentes tipos de pessoas, na chamada “teoria das três esferas da amizade”. Brunet enfatiza que existem três conjuntos de amigos: íntimos, necessários e estratégicos. Desse modo, ao categorizar cada amigo na esfera correta é possível sofrer menos com as pessoas, pois, o nível de expectativa fica alinhado com a possibilidade de erros. Para o autor um excessivo número de amizades significa ter pouca qualidade.

São inúmeros os exemplos pessoais de Brunet e de citações bíblicas por todo o livro, o qual, em algumas páginas, se distancia um pouco de uma obra exclusiva e rigorosamente evangélica ao fazer citações de trechos e músicas da cultura popular e, por diversas vezes, se referir a Bíblia Sagrada apenas como um livro milenar. Em suma, independentemente das inúmeras críticas que a obra venha a receber, o escritor cumpriu sua missão de pormenorizar a importância do equilíbrio emocional para amizades verdadeiras.

Compartilhe:

Deixe um comentário



© 2024 Intrometendo | Web Stories | Privacidade | Google News | APP (Android)) |