Filmes

Os Caça-Fantasmas: Mais Além (2021) – Crítica

Compartilhe:

Ghostbusters: Afterlife (Os Caça-Fantasmas: Mais Além) é um futuro filme de fantasia e comédia americano de 2021 dirigido por Jason Reitman. É a sequência do filme Caça-Fantasmas de 1984.

Depois de serem despejados de sua casa, dois filhos e sua mãe solteira se mudaram para uma fazenda em Summerville, Oklahoma, herdada de seu falecido avô. Quando a cidade experimenta uma série de terremotos inexplicáveis, as crianças descobrem o vínculo de sua família com os Caça-Fantasmas originais, que se tornaram um mito, já que muitos se esqueceram dos eventos do “Manhattan Crossrop de 1984” e do legado secreto que seu avô deixou para trás.

 

Em Ghostbusters – Mais Além, uma mãe solteira resolve se mudar para uma pequena cidade do interior com seus filhos. Ao chegar na nova casa, ainda sem saber ao certo o que vai acontecer, ela e seus filhos acabam descobrindo uma conexão com os Caça-Fantasmas originais e o que o seu avô, um dos integrantes dos Caça-Fantasmas, deixou para trás como legado para sua família. Mas nem tudo é brincadeira, com a descoberta de objetos e a chegada da casa, acontecimentos paranormais começam acontecer e só tem um jeito de acabar com eles: chamando os Caça-Fantasmas!

Sabendo que Gozer traria o apocalipse, Phoebe e Trevor criam um plano para parar a entidade suméria. Usando os equipamentos escondidos no laboratório de Egon, os personagens dirigem o Ecto-1 até a mina de Ivo Shandor, onde a manifestação de Gozer construiu seu templo.

Gozer não imaginava que os personagens conseguiriam capturar o Gatekeeper em uma armadilha de fantasmas e fugir para a fazenda de Egon. Enfraquecida e irritada, a entidade e o Keymaster seguem os protagonistas para libertar o Gatekeeper novamente.

Mas Gozer não sabia com quem estava lidando, e ao chegar no local, é atingida pela nova geração dos Caça-Fantasmas. Em seu estado enfraquecido, a personagem consegue libertar Zuul e retornar com toda a força.

Quando a vitória de Gozer parecia garantida, a entidade é atingida com um tiro, e o filme revela o retorno dos três Ghostbusters originais, que voltam em seus trajes icônicos para parar o espírito de uma vez por todas.

Gozer subestima Phoebe, que havia colocado a mochila de prótons de seu avô e já estava pronta para derrotar a entidade. Assim que o tiro de Phoebe se choca com os relâmpagos de Gozer, o time original ganha uma chance de recuperar o fôlego e se juntar à personagem.

Nesse momento, o grupo conta com a ajuda do fantasma de Egon, que apoia o braço de Phoebe e se junta aos antigos amigos.

Quando os tiros de próton destroem Gozer átomo por átomo, Trevor atira no gerador da fazenda. Completamente carregadas, as armadilhas escondidas abaixo da fazenda começam a brilhar, e são ativadas por Callie.

Assim que as armadilhas são abertas, Gozer e os Cães do Terror são puxados para dentro, finalmente encerrando a ameaça destruidora.

Com seu trabalho completo, o espírito de Egon começa a se dissipar, mas não antes de se reconciliar com os antigos amigos e se despedir da família.

Ghostbusters: Muito Além conta com duas cenas pós-créditos, e uma delas traz o retorno de uma das atrizes mais icônicas da franquia.

A primeira cena traz Bill Murray e Sigourney Weaver – reprisando seu papel de Dana Barrett – conduzindo o mesmo experimento de ESP realizado em Venkman na introdução do personagem no filme de 1984.

Incrivelmente, no entanto, Venkman parece ter ganhado poderes psíquicos, e consegue adivinhar as cartas com uma assustadora precisão.

Dana claramente conhece Venkman mais do que o público, e imediatamente percebe que o personagem estava marcando as cartas e trapaceando no teste. A personagem, então, pune a trapaça com um choque elétrico.

Já a segunda cena pós-créditos abre caminho para o futuro da franquia Ghostbusters. Na sequência, Janice se encontra com Zeddemore – agora um rico empresário no ramo de finanças.

Os dois relembram suas aventuras nos Ghostbusters, e Zeddemore afirma que “sempre será um caça-fantasmas”.

Nesse momento, a câmera corta para o antigo quartel-general dos Ghostbusters, agora abandonado e em ruínas. As portas se abrem, e de repente, Zeddemore entra acompanhado pelo Ecto-1.

O personagem observa as ruínas, em uma cena que deixa claro que ele tem planos para seu antigo negócio. Para descobrir quais são esses planos, os fãs terão que conferir a próxima continuação da franquia, que ainda não tem data para estrear.

Hollywood não sabe abrir mão de um sucesso. Ou realmente ama uma nostalgia. Estamos vendo clássicos ganhando continuações tardias, desde dramas como Matrix 4 até comédias como Um Príncipe em Nova York 2. Quem também entrou para tal moda foi Os Caça-Fantasmas, mas não é a primeira vez que isso acontece. Depois de dois filmes e até desenho animado, a franquia ganhou um reboot feminino que não foi bem recebido em 2016. A partir disso, parecia que tal saga estava enterrada, até que um legado familiar trouxe esse mundo de volta para as telonas.

Ghostbusters – Mais Além conta com direção de Jason Reitman (Juno, Amor Sem Escalas), que é filho de Ivan Reitman, responsável por comandar os dois primeiros longas de Os Caça-Fantasmas e retorna como produtor dessa nova produção. Mas o legado também aparece na trama em frente às câmeras. Ao contrário de outras produções da moda de revivals, o filme apresenta uma nova geração de jovens e adultos que irão se aventurar nesse universo. Sim, o elenco original aparece, mas não da forma como seria esperado.

A trama de Ghostbusters – Afterlife (no original) acompanha Callie (Carrie Coon), uma mãe solteira com problemas financeiros, que precisa se mudar com os filhos para a fazenda de seu pai distante, que acaba de falecer, numa pequena cidade de Oklahoma. Os jovens são Trevor (Finn Wolfhard), um típico adolescente temperamental, e Phoebe (Mckenna Grace), uma menina muito esperta, porém meio solitária.

E é justamente a caçula que descobre um grande segredo de seu avô (cuja identidade segue como mistério por boa parte do filme) e precisa cumprir sua última missão — que envolve fantasmas, demônios e outras figuras sobrenaturais. Para isso, Phoebe vai precisar de ajuda, então a história acrescenta um novo amigo, que gosta de ser chamado de Podcast (Logan Kim), sendo fã teorias da conspiração… e podcasts, é claro.

A narrativa ainda tem espaço para seu professor, Mr. Grooberson (Paul Rudd), que os apresenta para a mitologia dos Caça-Fantasmas e estuda atividades estranhas em sua cidade. Por outro lado, Trevor se encanta por uma adolescente um pouco mais velha, Lucky (Celeste O’Connor), que também se envolve nessa confusão.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo