Séries

Dexter: New Blood (2021) – Crítica

Compartilhe:

Dexter: New Blood é uma minissérie de mistério do drama policial americanodesenvolvida para a Showtime como uma continuação da série Dexter , desenvolvida pelo showrunner da série original Clyde Phillips e dirigida por Marcos Siega .  O show apresenta Michael C. Hall e Jennifer Carpenter reprisando seus papéis como Dexter e Debra Morgan , respectivamente, ao lado dos novos membros do elenco Jack Alcott, Julia Jones , Johnny Sequoyah , Alano Miller , Clancy Brown e David Magidoff. A história se passa 10 anos após os eventos do final da série original ” Remember the Monsters? “, Que foi transmitido em 2013. Estreou no Showtime em 7 de novembro de 2021.

Dez anos depois de fingir sua morte, Dexter Morgan mudou-se para a pequena cidade fictícia de Iron Lake, em Nova York, escondendo sua identidade sob o nome de Jim Lindsay, um vendedor local. Ele desenvolveu um relacionamento com Angela Bishop, a chefe de polícia da cidade, e reprimiu seus desejos de assassinato em série. Uma série de incidentes ao redor do Lago de Ferro faz Dexter temer que o “Passageiro das Trevas” dentro dele se revele.

 

Dez anos depois de deixar Miami, Dexter está morando no interior do estado de Nova York com o nome falso de Jim Lindsay. Ele trabalha em uma loja local ao ar livre e está namorando a chefe de polícia Angela Bishop. Dexter obedece a uma rotina diária rigorosa para controlar seus impulsos homicidas, enquanto segue os conselhos de Debra, que ele ainda vê em sua mente. No entanto, a rotina de Dexter é alterada quando seu filho, Harrison, o encontra, e um local imprudente chamado Matt Caldwell pressiona Dexter para lhe vender uma arma semiautomática. Dexter descobre que Caldwell uma vez bateu com sua lancha em outra embarcação, matando cinco pessoas. Embora tenha sido relatado como um acidente, o amigo de Caldwell garante a Dexter que o ato foi intencional. Quando Caldwell atira ilegalmente em um cervo branco que Dexter freqüentemente vê durante suas caminhadas diárias, o “Passageiro das Trevas” de Dexter começa a ressurgir.

Dexter tenta começar a ser um pai para seu filho Harrison novamente, durante o qual Harrison revela a ele que a ex-amante de Dexter e guardiã de Harrison, Hannah McKaymorrera de câncer no pâncreas 3 anos antes, deixando Harrison pulando de um lar adotivo em outro antes de procurar Dexter. Dexter trabalha para garantir que sua primeira morte em 10 anos, Matt Caldwell, permaneça infundada, embora Angela, namorada do chefe da polícia de Dexter, lidera a busca por Matt Caldwell nas florestas plantadas de nativos americanos protegidas próximo ao Lago de Ferro. Enquanto isso, Harrison começa a formar um vínculo com a filha de Angela, Audrey. Dexter consegue encobrir seus rastros criando uma falsa narrativa de que Caldwell atirou em um cervo ilegalmente e fugiu, mas o pai de Caldwell, Kurt, aparece quando o grupo de busca está prestes a se dispersar e insiste que a busca por seu filho continue. Ao longo do episódio, a garota sem-teto e pedindo carona do episódio anterior é vista sozinha em um quarto. Há uma câmera na sala.

Dexter: New Blood foi anunciada em 2020 como uma minissérie que dá sequência aos eventos da série principal. A ideia é mostrar como Dexter Morgan está vivendo após o encerramento da oitava temporada e dar um novo final ao personagem.

O criador do revival é Clyde Phillips, responsável pelas quatro primeiras temporadas da série original.

A trama é situada 10 anos após a última temporada da série, mostrando que Dexter está vivendo em Iron Lake, na região de Nova York, com o nome de Jim Lindsay – uma homenagem ao autor dos livros da franquia, Jeff Lindsay.

Como um bom predador, Dexter se adaptou bem à comunidade local e arrumou um emprego como vendedor. À princípio, ele deixou seu passado de tragédias para trás em Miami, mas a série mostrará como seu instinto volta quando desaparecimentos começam a acontecer no local.

A série terá a volta de Michael C. Hall no papel principal e trará outros personagens conhecidos dos fãs, como Harrison Morgan, filho do serial killer, interpretado agora por Jack Alcott.

Além deles, os trailers já confirmaram que Jennifer Carpenter aparecerá nos pensamentos de Dexter como Debra Morgan, sua irmã; o que também deve acontecer com Arthur Mitchell/Trinity, interpretado por John Lithgow.

Entre os novos nomes do elenco, estão Julia Jones como Angela Bishop, Johnny Sequoyah como Audrey, Alano Miller como Logan, David Magidoff como Teddy Reed e Clancy Brown como Kurt Caldwell.

Nos EUA, Dexter: New Blood será lançada no domingo, 7 de novembro. No Brasil, a série chega no dia seguinte (8) no catálogo do Paramount+ Brasil, a partir de meia-noite. O episódio será disponibilizado legendado e o streaming afirma que pretende adicionar a versão dublada em breve.

O último episódio tem exibição prevista para 9 de janeiro de 2022, nos EUA, com a transmissão no Brasil marcada para o dia 10. Ainda hoje, Dexter é mencionado repetidamente quando se trata do pior final de série de todos os tempos. A 9ª temporada, chamada Dexter: New Blood, deve consertar o desapontamento da 8ª temporada e trazer a história do especialista em sangue a uma conclusão bem-sucedida. Para o renascimento, não apenas Michael C. Hall retornou como o personagem principal Dexter Morgan e Jennifer Carpenter como sua (falecida) irmã Debra. Também volta Clyde Phillips, que foi responsável pelas aclamadas primeiras quatro temporadas da série original como showrunner.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo